As VPN grátis permitem fugas dos seus dados pessoais

Last updated: Janeiro 10, 2020
Free VPNs leaking your personal data

Aviso legal: as ligações de afiliados ajudam-nos a produzir um bom conteúdo. Saber mais.

No que se refere a serviços de VPN, uma única fuga pode expor o seu endereço IP real e outros dados pessoais sensíveis e colocar em perigo a sua privacidade. Por isso, se procura uma VPN fiável e segura, a informação fundamental de que precisa é se são possíveis fugas dos seus dados pessoais.

O serviço de VPN que escolher pode ter todos os protocolos e funcionalidades mais seguros, mas se não tiver um Kill switch e outras proteções contra fugas, pode arranjar problemas muito facilmente.

Só para que tudo fique claro: uma fuga pode custar-lhe bastante, dependendo da sensibilidade da sua atividade online. Se for um ativista político, um pirata informático ético, um desbloqueador de restrições geográficas, um utilizador de BitTorrent ou simplesmente alguém que não queira ser identificado, monitorizado e espiado, uma fuga pode expô-lo aos olhares mais curiosos como o seu ISP, cibercriminosos e governos. Como consequência, poderá incorrer em coimas, processos judiciais ou até penas de prisão na pior das hipóteses.

Apresentamos em seguida os quatro aspetos das fugas que pode encontrar em relação aos serviços de VPN:

Fuga de dados pessoais, fuga de webrtc, outras fugas de ip, fuga de dns

Todas estas fugas pode conduzir à sua identificação e associá-lo a uma atividade na Internet em particular que possa ser sujeita a uma investigação do FBI, por exemplo.

Vejamos como as 5 melhores VPN grátis podem apresentar fugas de dados sensíveis, o que faz com que sejam potencialmente perigosos.

As 5 principais VPN que permitem fugas dos seus dados pessoais

Com base na nossa experiência e em investigações na área do VPN, podemos afirmar que é bastante provável que de centenas de serviços grátis, a maioria tenha, pelo menos, uma das fugas acima. Isto faz com que tais serviços sejam completamente redundantes, uma vez que provocam problemas de segurança e privacidade mais graves devido à fuga das suas informações pessoais, do que não utilizar qualquer serviço.

Quando falamos de fugas de dados pessoais, é vital – em primeiro lugar – saber que tipos de dados são registados por um fornecedor de VPN e com quem estas informações são partilhadas (por exemplo, anunciantes e autoridades). O que não é registado não pode ser alvo de fugas ou partilhas, certo?

Rufem os tambores! Aqui estão os principais serviços com fugas:

#1 Hola VPN

Hola vpn - fuga de dados

Não admira que esta rede de VPN alimentada por voluntários pode reclamar o primeiro lugar da tabela consecutivamente no que se refere às VPN grátis mais questionáveis e perigosas. A Hola VPN regista alguns dados pessoais realmente preocupantes dos utilizadores e também os partilha com terceiros, como agências de marketing:

  • Dados do registo: tipo de navegador, páginas Web visitadas, tempo passado nessas páginas, horas e datas de acesso
  • Informações pessoais: o seu verdadeiro endereço IP, o seu nome, endereço de e-mail, nome no ecrã, informações de pagamento e faturação e outras informações que a Hola possa solicitar
  • Informações de contas nas redes sociais: quando opta por efetuar o registo através de uma conta de uma rede social (por exemplo, Facebook), a Hola VPN acede ao seu nome completo, morada postal, endereço de e-mail, data de nascimento, fotografia de perfil, lista de amigos e todos os conteúdos que tenha disponíveis publicamente

Ups, exatamente os dados que pretende partilhar com alguém ao utilizar um serviço de VPN para se manter o mais anónimo possível online, certo?

A Hola VPN também mantém os registos exigidos pelas leis em vigor e partilha-os com as autoridades à primeira oportunidade. Mas esta não é a única forma de fuga dos seus dados pessoais sensíveis. Apurou-se que a Hola também apresenta problemas com fugas de WebRTC e DNS. Basicamente, deve manter-se claramente afastado da Hola VPN se a sua segurança e privacidade forem importantes para si.

#2 Opera VPN

Opera VPN - fuga de dados

Esta VPN grátis apresenta-se como uma função incorporada do navegador Opera. Quando falamos de privacidade de dados, vale sempre a pena verificar o local onde a VPN está sediada. Neste caso, a Opera está situado na Noruega. Os amantes dos fiordes podem ter um grande apreço por esta localização; no entanto, os amantes da privacidade podem sentir um arrepio gelado a percorrer-lhes a espinha e não é pelo clima da Noruega.

A Noruega é um membro da aliança de vigilância global Nine Eyes (Nove olhos), o que não é um bom sinal no que respeita ao seu anonimato.

Os dados que a Opera VPN regista incluem “dados pessoais, por exemplo, o seu nome, e-mail. endereço IP, localização; e dados técnicos não pessoais”, tal como informa a sua Política de privacidade. Infelizmente, estes dados podem ser partilhados com as autoridades, bem como terceiros, tais como empresas de marketing. E esses terceiros também podem monitorizar as suas atividades online. É assim que imagina que um serviço de VPN seguro o mantém anónimo?

Os testes de fugas de WebRTC indicam que a Opera VPN permite fugas do seu endereço IP verdadeiro, o que não são mesmo boas notícias uma vez que pode ser identificado e localizado fisicamente se esses dados acabarem nas mãos erradas. Como é óbvio, pode instalar um extra para evitar fugas de WebRTC se o conseguir configurar corretamente.

#3 Betternet VPN

Betternet - fuga de dados

Embora este fornecedor seja bastante transparente sobre como mantém um serviço grátis, continua a ser uma VPN grátis que aconselhamos evitar se tiver preocupações no que respeita à sua segurança e privacidade online. Vejamos porquê.

Bem, resumindo, a Betternet VPN recolhe todo o tipo de informações sobre o utilizador e o seu tráfego e poderá partilhar esses dados com terceiros, como anunciantes. Temos de mencionar que a mais recente Política de privacidade reitera que não são partilhados quaisquer dados pessoalmente identificáveis e que não é apresentada publicidade direcionada. Contudo, esta VPN grátis parece ser a recordista no que respeita à utilização do mais alto número de bibliotecas de monitorização: 14!

Deve evitar VPN grátis com bibliotecas de monitorização incorporadas se não quiser ser monitorizado, espiado ou sujeito a fugas dos seus dados para terceiros. Este problema de segurança afeta ainda mais os clientes móveis, uma vez que parecem ser mais intrusivos que outras plataformas.

A Betternet VPN não inclui um Kill switch, não tem proteção de fugas, nem “máscaras”, o que significa que as fugas são praticamente inevitáveis. Na verdade, a extensão do Chrome para a Betternet foi considerada a pior dos seus clientes com fugas de DNS e IP, o que pode colocar seriamente em risco o seu anonimato online.

Um estudo exaustivo (2017) também considerou a Betternet VPN como o 4.º pior VPN das 283 VPN para Android examinadas. Mas, juntemos a tudo isto uma localização aliada da vigilância no Canadá, bem como um número de servidores de VPN muito limitado e distribuído pelos países das alianças dos Cinco/Nove/Catorze Olhos. Acha que pode confiar a sua vida à Betternet? Bem… talvez não.

#4 Hotspot Shield VPN

Hotspot Shield - fuga de dados

Quando a recolha de dados invasiva e práticas de partilha questionáveis estão em cima da mesa, a Hotspot Shield tem, sem dúvida, um lugar de destaque. Este fornecedor de VPN tem tido alguns problemas nos últimos anos relacionados com acusações de que espia os seus utilizadores e vende os seus dados a anunciantes. Embora esta prática possa já fazer parte do passado, o fornecedor atualizou a sua Política de privacidade para tornar as suas recolhas de dados mais claras, não estamos totalmente convencidos de que possa confiar totalmente na Hotspot Shield VPN.

Porque, mesmo que este serviço de VPN não recolha dados pessoalmente identificáveis e não os partilhe, os seus anunciantes externos podem permitir fugas de informações vitais sobre os utilizadores: “As suas informações pessoais poderão ser disponibilizadas a fornecedores de conteúdos externos”.

Portanto, mesmo que não mencionemos que a Hotspot Shield VPN está sediado nos EUA, o “olho omnipresente” da aliança de vigilância Cinco Olhos, o que pode não ser a melhor opção para a privacidade quando um fornecedor mantém todo o tipo de registos sobre os utilizadores, deve ficar claro que 38 milhões de utilizadores grátis podem estar enganados ao escolherem este serviço.

#5 VPN Gate

vpn gate - fuga de dados

Na última posição do nosso Top 5 está, nada mais nada menos, que a VPN Gate, um dos nossos serviços preferidos para para arrastar pelo chão da crítica. Embora esta VPN completamente grátis tenha uma boa variedade de funcionalidades de segurança e privacidade, devido à sua própria natureza de ser uma rede com base em voluntariado e às suas práticas de registo de dados, é simplesmente uma das piores e mais perigosas VPN do mercado no que respeita à privacidade.

Não só a VPN Gate mantém todo o tipo de dados pessoais sobre os utilizadores e o seu tráfego, como todos os voluntários também podem espiolhar o seu tráfego e informações de registo conforme quiserem. Se juntarmos a isto o facto de esta VPN não ter um Kill switch, digamos, que há bastantes hipóteses de ocorrerem fugas do seu endereço IP real e pedidos de DNS mais tarde ou mais cedo. E isso, querido leitor, pode acabar bastante mal, uma vez que pode ser identificado e associado ao seu tráfego sensível, se existir, como é óbvio.

Para que saiba, a VPN Gate também é bastante solícita a partilhar quaisquer dados registados com as autoridades se forem pedidos.

Outras VPN grátis com fugas de dados

Tentámos criar uma lista com as 5 principais VPN grátis que permitem fugas dos seus dados pessoais, com base na sua popularidade para que possa evitá-las ao pesquisar na Internet as melhores VPN grátis para o manter anónimo online. Como é óbvio, existem muitos mais dos quais deve manter a distância, como a Hoxx VPN, VPN.ht, SecureVPN, Speedify, DotVPN, Psiphon e Onavo Protect. Estas VPN grátis podem permitir fugas das suas informações pessoais e, por conseguinte, derrotar todo o objetivo de uma rede privada virtual.
Se quiser descobrir quais as poucas VPN grátis que consideramos valer a pena experimentar, clique aqui.

VPN com proteção contra fugas

Se quiser evitar ficar totalmente exposto devido às fugas mencionadas acima, é essencial que escolha um serviço de VPN, grátis ou pago, que ofereça proteção de fugas de DNS/IP bem como um Kill switch que funcione. Estes são requisitos básicos para um serviço de VPN que proteja a privacidade. Claro que, se só procurar desbloquear alguns conteúdos e navegar, não deve ter problemas com uma VPN grátis melhor até que o seu limite de dados chegue ao fim.

No entanto, estamos aqui para promover a verdadeira liberdade online e a melhor privacidade possível que conseguir; por isso, temos de mencionar a ExpressVPN, NordVPN, PrivateVPN e CyberGhost, que consideramos serem, no geral, os serviços de VPN mais fiáveis. Para mais informações, visite a página da nossa Lista das 10 Melhores VPN.

Melhores fornecedores de VPN
NordVPN
9.6 / 10
Práticas de privacidade impecáveis
Privacidade perfeita
Velocidades acima da média
Surfshark VPN
9.4 / 10
Excelente segurança
Muito rápido

Aviso legal: as ligações de afiliados ajudam-nos a produzir um bom conteúdo. Saber mais.

Ainda não há comentários Sem comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share
Share
Thanks for your opinion!
Your comment will be checked for spam and approved as soon as possible.