Melhor VPN para Mac em 2020

Last updated: Julho 24, 2020

Aviso legal: as ligações de afiliados ajudam-nos a produzir um bom conteúdo. Saber mais.

Ao longo da última década, houve um aumento do número de ciberataques que afetam os utilizadores de macOS. Isto significa que o fabricante do dispositivo já não é sinónimo de segurança absoluta e que deverá procurar métodos adicionais para salvaguardar a sua segurança. Entretanto, a privacidade é uma questão cada vez mais importante independentemente do tipo de dispositivo. É por esse motivo que obter uma VPN para Mac faz bastante sentido.

Utilizar uma VPN aumenta significativamente a privacidade e segurança em computadores Mac.

A VPN protege o tráfego de redeao cifrar os dados enviados por si, o que os protege dos piratas informáticos ou até mesmo do seu fornecedor de serviços de Internet. As melhores VPN também garantem o acesso a serviços com bloqueio geográfico, como a Netflix, e torrenting seguro. Abaixo, encontrará as 8 melhores VPN que recomendamos para utilizadores Mac.

Não tem tempo para ler? Eis as nossas melhores VPN:

#
PROVEDOR
PONTUAÇÃO DA CATEGORIAPONTUAÇÃO DA CATEGORIA
1.
Líder em VPN versátil
9,7
2.
Inovadora e barata
9,3
3.
VPN que privilegia a segurança
9,1
4.
VPN mais barata para streaming
8,8
5.
VPN popular e barata
8,6

1. NordVPN

Número de localizações
Número de localizações: 59
Número de servidores
Número de servidores: 5400
Assistência
Assistência: Chat ao vivo 24/7
  • Recursos de segurança de alto nível
  • Excelente para streaming devido ao recurso SmartPlay
  • Protocolo NordLynx para velocidades rápidas
  • App sem router

A NordVPN é, de momento, a nossa segunda melhor VPN geral e o segundo melhor serviço de VPN para macOS. A NordVPN conta com uma enorme variedade de funcionalidades de segurança (encriptação AES-256, dois tipos de Kill switch, proteção de fugas, Duplo VPN, Onion over VPN) e uma das maiores redes do mundo, composta por mais de 5400 servidores em 59 países. Tudo isto e mais está disponível por apenas $3.71/mês faturado a cada três anos, que também pode pagar com criptomoedas.

A NordVPN está comprovada como uma boa escolha para desbloquear o Netflix, com servidores em muitos países diferentes – não apenas nos Estados Unidos, como é frequentemente o caso. Além disso, consegue proteger de agências governamentais que procurem violações de direitos de autor para punir, pelo que pode fazer Torrenting à sua vontade, especialmente porque o NordVPN oferece um proxy SOCKS5 grátis.

O Grande Firewall da China não está à altura da funcionalidade Obfuscated Servers (Servidores ofuscados) da NordVPN, tal como não está a censura da Rússia, Irão, Turquia ou de qualquer outro país repressivo do mundo. Na verdade, as brilhantes funcionalidades de segurança da NordVPN fazem com que seja a escolha de eleição para as pessoas em viagem ou que vivam nestes países.

Tal como com a nossa primeira escola, os utilizadores de Mac podem desfrutar do facto de a NordVPN não sofrer de um “downgrade” de outras versões do cliente de VPN. Há uma opção para transferir a versão do OpenVPN ou IKEv2 da App Store.

Os utilizadores que encontram problemas com qualquer aspeto do serviço podem contactar a assistência através da conversa em tempo real permanente. Alternativamente, podem encontrar muitas informações úteis nas secções de Perguntas mais frequente e Tutoriais.

Os utilizadores de Mac tendem a ter mais dispositivos que os utilizadores de Windows. Nesta perspetiva, a NordVPN é também uma boa escolha porque uma subscrição permite 6 ligações em simultâneo.

A única verdadeira crítica à NordVPN para Mac é a falta de uma aplicação para router e o facto de existirem serviços de VPN mais rápidos no mercado.

Para uma investigação mais profunda da NordVPN, leia NordVPN review.

2. Surfshark VPN

Número de localizações
Número de localizações: 60
Número de servidores
Número de servidores: 1700
Assistência
Assistência: Chat ao vivo 24/7
  • Ligações simultâneas ilimitadas
  • Ferramenta BlindSearch que permite realizar consultas de pesquisa na web com total privacidade
  • Ótima para contornar bloqueios geográficos
  • Secção de suporte de auto-ajuda fraca

Se pensava que a CyberGhost VPN era barata, basta olhar para os preços da Surfshark a partir de $2.49/mês para um tarifário de dois anos! E, neste caso, mais barato não significa pior – a distância entre estes dois serviços é tão curta como as hipóteses de eu ter um Ferrari.

Iniciado em 2018, a Surfshark trepou até ao topo muito rapidamente, afastando do caminho velhos concorrentes. E contrariamente às informações da judiciária britânica, esta subida nada teve a ver com uma conspiração maçónica – a Surfshark, simplesmente, construiu uma excelente VPN.

Tudo começa como uma encriptação de grau militar, os protocolos OpenVPN e IKEv2, um Kill switch e “multi-hop”. Há também um Modo de camuflagem, que desbloqueia a Internet na China e noutros países restritos.

Além disso, a Surfshark está situada nas Ilhas Virgens Britânicas, que não possuem leis de retenção de dados. Isto e um número ilimitado de ligações simultâneas permitem que a Surfshark não tenha praticamente registos e a empresa envida todos os seus esforços para não os ter. Como se não bastasse, esta VPN permite a inscrição totalmente anónima e aceita criptomoedas.

Muito embora a Surfshark só tenha pouco mais de 1700 servidores, parecem funcionar de forma eficiente, oferecendo velocidades rápidas em mais de 60 locais. O Torrenting é permitido e desbloqueia a Netflix US para que possa dar um bom uso a essa conetividade.

Outro argumento para utilizar a Surfshark no Mac é que a sua aplicação é tão segura como a versão para Windows – algo muito raro entre os melhores serviços de VPN. E caso lhe surjam dúvidas ao instalar ou configurar este cliente de utilização fácil, um simpático apoio ao cliente em tempo real permanente está pronto a ajudar. Há até um período de experiência grátis de 7 dias na App Store, pelo que pode experimentar a Surfshark de imediato, sem fornecer quaisquer detalhes de pagamento.

Para uma investigação mais profunda da Surfshark VPN, leia Surfshark VPN review.

3. VyprVPN

Número de localizações
Número de localizações: 70
Número de servidores
Número de servidores: 700
Assistência
Assistência: Chat ao vivo 24/7
  • Kill switch de nível LAN
  • Protocolo Chameleon propietário
  • Seleção automática de porta
  • Sem pagamentos anónimos

Lançado em 2009, a VyprVPN sediado na Suíça é uma joia tecnológica e uma fantástica aplicação de VPN para macOS. A VyprVPN tem mais de 700 servidores em mais de 70 localizações em todo o mundo e todos estes servidores são da empresa, o que permite obter um melhor desempenho que conseguiriam obter com milhares de servidores de terceiros.

O nível de segurança desta VPN é absolutamente ímpar. Esta VPN possui uma encriptação de grau militar, um Kill switch e proteção de fugas, bem como o seu próprio protocolo, de nome Chameleon, para contornar a censura. No que respeita à privacidade, uma política de não realização de registos audita independentemente e uma jurisdição afastada da Aliança dos Catorze Olhos não deixa perguntas sem resposta.

O protocolo Chameleon faz com que a VyprVPN seja uma escolha de eleição para utilizadores em países sem liberdade online e uma vigilância “zelosa” ou para quem se envolva em atividades sensíveis. Incluem-se neste lote de utilizadores ativistas políticos, jornalistas, piratas informáticos e outros tipos de atividades envoltas em secretismo.

O VyprVPN está disponível como uma subscrição regular (a partir de 5,00 USD por mês, 3 ligações simultâneas) ou Premium (a partir de 6,67 USD por mês, 5 ligações simultâneas, protocolo Chameleon, um servidor de VPN na “cloud” dedicado). Se considerar seriamente escolher a VyprVPN para o seu Mac, aconselhamos a escolher o tarifário Premium, uma vez que o tarifário regular só permite três dispositivos em simultâneo e não possui o protocolo Chameleon, perdendo assim grande parte do seu glamour.

Tal como as nossas outras escolhas de topo, a VyprVPN é tão forte no Mac como em qualquer outro sistema. Se for como nós, vai adorar este cliente de VPN minimalista e simples, que também funciona na perfeição no macOS. Também tem uma excelente aplicação para iOS, o que muito utilizadores de Mac vão considerar relevante.

A VyprVPN é boa para Netflix – poderá desbloquear o Netflix, Hulu, BBC iPlayer e muitas outras plataformas de Streaming.

As falhas da VyprVPN estão ao nível do P2P e Torrenting. Em termos simples, não é um serviço grande fã de lidar com os avisos de violação de direitos de autor. Além disso, não é o serviço de VPN mais barato nem para rápido para Mac e não possui métodos de pagamento anónimos – uma pena, de facto.

Para uma investigação mais profunda da VyprVPN, leia VyprVPN review.

4. PrivateVPN

Número de localizações
Número de localizações: 60
Número de servidores
Número de servidores: 150
Assistência
Assistência: Chat ao vivo 24/7
  • Política rigorosa sem-logs
  • Stealth VPN
  • Encaminhamento de porta
  • As apps para macOS e iOS têm menos recursos

O PrivateVPN é um serviço premium muito barato e um dos poucos a oferecer não só uma  política de devolução do dinheiro de 30 dias como também um período experimental de 7 dias. Se combinarmos isso com a possibilidade de 6 ligações em simultâneo e a alargada compatibilidade com routers, esta VPN tem uma excelente relação qualidade/preço.

Embora o PrivateVPN para Mac pareça igual à versão para Windows, possui menos funcionalidades. Alguns utilizadores poderão sentir falta de um kill switch, do Application Guard e da proteção contra fugas de DNS.

Este serviço tem apenas 150 servidores em mais de 60, mas consegue fornecer velocidades rápidas. O que deve ser suficiente para streaming e torrenting.

No que toca a funcionalidades adicionais, não é mal pensado obter o PrivateVPN só para streaming, já que desbloqueia a Netflix e outros serviços de streaming. Esta VPN possui servidores dedicados para aceder a cada plataforma de conteúdos ou à biblioteca multimédia especifica de cada país.

Para uma investigação mais profunda da PrivateVPN, leia PrivateVPN review.

5. Private Internet Access

Número de localizações
Número de localizações: 74
Número de servidores
Número de servidores: 12300
Assistência
Assistência: Chat ao vivo
  • Kill switch poderoso
  • Sistema de nomeação Handshake
  • Preços acessíveis
  • Com sede nos EUA

O Private Internet Access (PIA) oferece cifragem de nível militar, kill switch e proteção contra fugas. Tem mais de 12300 servidores espalhados por mais de 74 países. Apesar de ser muito barato, o PIA não deixa de ser uma fantástica VPN para Mac.

O cliente de VPN simples e intuitivo é praticamente idêntico à versão para Windows. Todos os menus são óbvios e fáceis de navegar.

Além disso, o Private Internet Access desbloqueia a Netflix dos EUA e funciona na perfeição com o Kodi. O PIA também permite torrenting em todos os servidores. Nesse sentido, vai poder utilizar o reencaminhamento de portas ou proxy SOCKS5.

Seguro para ser utilizado nos EUA, a única desvantagem deste fornecedor é a falta de chat ao vivo 24/7. Se decidir comprar o Private Internet Access, terá uma garantia de devolução do dinheiro de 7 dias.

Para uma investigação mais profunda da Private Internet Access, leia Private Internet Access review.

6. IPVanish

Número de localizações
Número de localizações: 75
Número de servidores
Número de servidores: 1500
Assistência
Assistência: 24/7 live chat, email, knowledge base
  • Proxy SOCKS5 grátis
  • Compatibilidade TOR
  • 10 ligações simultâneas
  • Sem opções de pagamentos anónimos

O IPVanish ficou conhecido pela segurança de excelência. Este fornecedor utiliza cifragem de nível militar, oferece proxy SOCKS5 grátis e compatibilidade TOR.

Depois de fazermos a comparação, podemos dizer que o IPVanish para Mac é tão seguro como a versão para Windows. Ambos os clientes são informativos e fáceis de usar, com um design simples mas bonito. Para além disso, esta VPN também tem uma aplicação para routers, o que ainda não é assim tão comum entre os serviços premium.

O IPVanish oferece velocidades decentes e cobertura global com mais de 1500 servidores em mais de 75 países. Deverá conseguir ver a Netflix dos EUA e aceder a torrents em todos os servidores.

Se estiver imerso no ecossistema da Apple, poderá desfrutar do facto de, ao obter o IPVanish para macOS, também receber a aplicação iOS para iPhone ou iPad, assim como a possibilidade de utilizar o serviço em 10 dispositivos em simultâneo.

7. Windscribe VPN

Número de localizações
Número de localizações: 60
Número de servidores
Número de servidores: 480
Assistência
Assistência: Email
  • Navegação completamente anónima
  • Ligações simultâneas ilimitadas
  • Bloqueio de anúncios e malware
  • Sem apoio por chat ao vivo

A Windscribe está sediada no Canadá, o que não é ideal para a privacidade, muito embora esta VPN não registe informações de identificação. Este é um serviço de VPN para macOS de topo com encriptação AES-256, um firewall que protege das fugas e também funciona como um Kill switch e até um protocolo “furtivo” para contornar a censura. A Windscribetambém inclui uma seleção de funcionalidades únicas, tal como o R.O.B.E.R.T., uma ferramenta para reduzir a monitorização, os anúncios e o risco de malware. Também pode bloquear monitorizadores de redes sociais, “beacons” e impressões digitais de navegadores.

Com mais de 480 servidores em mais de 60 países, esta não é a maior das redes, mas oferece um bom desempenho. Permite a realização de Torrents em segurança, a transmissão de conteúdos do Netflix sem obstruções e desbloqueia algumas das outras plataformas de Streaming com bloqueios geográficos. Dito isto, não é o mais formidável desbloqueador do mercado, pelo que os utilizadores que tenham subscrições para muitas plataformas poderão preferir procurar outras opções.

A Windscribe tem um dos mais tarifários mais flexíveis, incluindo uma versão grátis limitada (10 locais, 10 GB/mês) e uma opção “Construa um tarifário”, a partir de 1,00 USD por localização de servidor por mês. Mas, muito provavelmente, acabará por conseguir um preço próximo do custo do tarifário anual de 4,08 USD/mês. A Windscribe aceita Bitcoin, entre outras opções de pagamento, e todos os tarifários incluem uma garantia de devolução do dinheiro de 30 dias.

A Windscribe para Mac é um cliente de VPN mínimo, embora potente, que inclui todas as funcionalidades de que poderá necessitar. A aplicação para Mac conta com muita facilidade de utilização, pelo que até os novos utilizadores não deverão ter problemas. Infelizmente, se ocorrerem problemas, não há a funcionalidade de conversa em tempo real e terá de aceder a um atendimento automático.

Há outro ponto negativo que considero obrigatório mencionar. A reputação da Windscribe sofreu alguns golpes no passado. Por exemplo, a versão grátis foi acusada de funcionar como um “crypto miner”. Mas se esta questão não o assusta, sugiro que experimente a Windscribe – há boas hipóteses de ser a escolha certa para o seu Mac.

Para uma investigação mais profunda da Windscribe VPN, leia Windscribe VPN review.

8. PureVPN

Número de localizações
Número de localizações: 140
Número de servidores
Número de servidores: 2000
Assistência
Assistência: 24/7 live chat
  • Encaminhamento de porta
  • Tunelamento dividido
  • 10 ligações simultâneas
  • Fraco kill switch

O PureVPN tem todas as funcionalidades de segurança importantes (cifragem AES-256, um kill switch, proteção contra fugas) e uma variedade de protocolos de túnel. Além disso, possui mais de 2000 servidores em mais de 140 países à escolha. O cliente PureVPN para Mac liga-se rapidamente e estabelece ligações fiáveis.

Se procura uma solução para fazer streaming da Netflix, torrents ou pretende simplesmente melhorar a sua privacidade online, experimente o PureVPN. Este serviço é mais do que capaz de realizar essas tarefas.

Embora não seja difícil descarregar e instalar o cliente de VPN e haja apoio ao cliente disponível 24/7, o cliente PureVPN para macOS podia ser mais intuitivo, especialmente na seleção dos modos.

Perguntas mais frequentes de VPN para Mac

Mas o macOS é seguro – porquê utilizar uma VPN?

Teoricamente, os computadores Mac são menos vulneráveis a todo o tipo de ameaças de cibersegurança. Infelizmente, como o especialista de segurança Eric Johanson contou uma vez à cnet.com, se comparar o número de utilizadores e de vulnerabilidades publicadas para o Windows e macOS, verá que as últimas estão a perder a batalha da segurança por utilizador. Tendo em mente que esta citação tem quase uma década, olhemos para os números totais para macOS, cortesia da av-test.org:os números totais de malware para macOSDe repente, o seu Mac já não parece tão seguro, pois não? E, no que respeita aos piratas informáticos, com bastante frequência, não procuram um utilizador com um sistema operativo específico, mas um utilizador com a maior pegada digital. E, embora uma VPN não seja um antivírus, pode ajudar a minimizar essa pegada aumentando a nossa privacidade e segurança.

Uma grande parte dos nossos problemas de segurança é provocada por forças externas, tais como as grandes empresas que processam os nossos dados ou as agências governamentais que nos pretendem espiar. A anonimização e a encriptação oferecidas pelos serviços de VPN constituem uma excelente proteção contra estes adversários.

Além disso, mesmo que não se preocupe com a sua privacidade ou segurança, os serviços de VPN ajudam a manter-se entretido – seja ao ajudar a contornar as restrições geográficas, a proteger as suas transferências de Torrent ou ajudando a pagar o seu “Pay Per View” mais barato.

As melhores VPN gerais também são as melhores para Mac?

Os especialistas estimam que, aproximadamente, 1 em cada 5 dispositivos para ambiente de trabalho executem o macOS. Este nível de prevalência significa que os programadores de software, incluindo os serviços de VPN, em geral, não ignorem os utilizadores de Mac. No entanto, regra geral, é pelo Windows e Android que a maior parte dos fornecedores inicia o desenvolvimento de aplicações. Assim, a qualidade dos clientes de VPN para Mac varia – um bom serviço para Windows pode acabar por ser terrível para Mac.

Devo utilizar uma VPN grátis para Mac?

É possível obter uma VPN para Mac grátis segura, mas só até certo ponto. Frequentemente, os serviços de VPN grátis não são muito seguros ou bons para a sua privacidade e faz todo o sentido! Nada neste mundo é de graça, nem tão pouco os serviços de VPN gratuitos, que normalmente se financiam espiando as suas atividades e vendendo as informações a anunciantes ou utilizando qualquer outro método pouco recomendável.

Depois, há os serviços de VPN pagos que têm uma versão grátis. Estes podem ser bons em termos de segurança, mas limitados em termos de funções. A maior parte destas ferramentas limita a quantidade de dados que pode transferir ou a velocidade a que pode transferi-los. Normalmente, os utilizadores consideram estas limitações algo excessivas, pelo que acabam por comprar o cliente de VPN (que já não é) grátis. E é esse exatamente o motivo pelo qual elas existem!

Contudo, existem alguns serviços que poderão funcionar para si, dependendo das suas necessidades. Provavelmente, a melhor VPN para Mac segura grátis é a ProtonVPN. Esta ferramenta não limita a quantidade de dados que pode transferir, pelo, tecnicamente, pode esticar bastante a sua utilidade.

Também pode consultar a nossa lista de serviços de VPN para Mac grátis para obter mais sugestões.

Como configurar uma VPN com o Tunnelblick num Mac

O Mac possui o seu próprio cliente de VPN chamado Tunnelblick. Funciona com o protocolo OpenVPN, pelo que será necessário um ficheiro de configuração (.ovpn) para cada servidor do seu fornecedor. Provavelmente, também precisará das credenciais de início de sessão.

Pode transferir o Tunnelblick gratuitamente. Após a transferência, abra o ficheiro .dmg e clique no ícone do Tunnelblick. Após a instalação, poderá ter de introduzir as suas credenciais de início de sessão do Mac.

Quando o Tunnelblick estiver pronto, siga estes seis passos simples:

  1. Inicie o Tunnelblick e clique no botão “Tenho os ficheiros de configuração”
  2. Clique duas vezes no ficheiro .ovpn transferido.
  3. Quando for solicitado, instale as configurações para si ou para todos os utilizadores.
  4. Após a instalação, clique no ícone do Tunnelblick, no canto superior direito, e selecione “Ligar”
  5. Se for necessário, introduza o seu nome de utilizador e palavra-passe da VPN
  6. Depois de estabelecer a ligação, verá uma notificação
Share
Share